AMPV

logoempvA Associação Pró-Música da Póvoa de Varzim, foi criada a 24 de janeiro de 2003, numa parceria da Câmara Municipal com a Banda Musical da Póvoa de Varzim, que passou a gerir, para além do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (FIMPV) e da Orquestra Sinfónica da Póvoa de Varzim / Quarteto Verazin (desde 2007), a Escola de Música da Póvoa de Varzim (EMPV), desde então assim designada. Esta modulação permitiu consolidar a oferta de classes e estabilizar o número de matrículas, nomeadamente a partir de 2009 com a abertura mais alargada ao Regime Articulado e de acordo com o limite suportado pelas instalações. De destacar os resultados sociais, culturais e profissionais que esta aposta escolar conseguiu alcançar, intervencionada pelo poder político e pelas forças seculares que, momento a momento, se revelaram. Hoje uma faixa populacional bastante alargada que engloba várias gerações, pode justificar a validade deste projeto com toda a sua influência formativa resultante do esmero organizacional e da competência pedagógica exercida. Foram-se expressando todo o encadeamento de atividades letivas e artísticas, resultantes de uma orquestração sensível entre professores, alunos, funcionários e encarregados de educação, tornando-se audível e visível em diferenciados palcos (dentro e fora do concelho, aquém e além fronteiras) onde se apresentou cada instrumentista aprendiz (desde a mais tenra idade) ou as classes de conjunto instituídas, como o Coral “Ensaio (desde janeiro de 1989), a Orquestra de Cordas (desde 1994) e a Orquestra de Sopros (a partir do início do ano letivo de 2001). São notórios os efeitos pedagógicos da formação inicial ministrada na Escola de Música da Póvoa de Varzim refletindo-se no historial de um considerável número de executantes, em várias áreas instrumentais, ou de docentes, nos vários níveis e ensino, que têm vindo a compor o seu Quadro de Honra, (…), com o grau de excelência, de honra e de mérito. Aí se incluem os que já alcançaram renome nacional ou internacional, os que já trilham a formação superior e aqueles que se orgulham dos conhecimentos adquiridos ou destrezas desenvolvidas, ainda que básicos, fazendo parte da sua cultura geral. (…) Cumprem-se assim os principais objetivos que nas primeiras pautas ficaram expostos: formar profissionais na área da Música e promover o desenvolvimento cultural e social.

Carriço, J. A. (2014). Os vinte e cinco anos da EMPV, uma “obra musical” em três andamentos. Associação Pró-Música – 25 anos da Escola de Música, 14-15.

Organograma-AMPV